Neste período em que vivemos, se manter isolado é uma necessidade indiscutível. Reduzir a taxa de contaminação pelo COVID-19 é essencial para a sobrevivência da saúde e da economia mundial. Entretanto, o período de quarentena pode não ser nada confortável. Afinal, a sociedade precisa lidar com o distanciamento de entes queridos, a restrição do direito de ir e vir, as incertezas que rondam a doença, além do turbilhão de notícias na TV e nas redes sociais.

“Cuidado também com o tempo de exposição às informações. O ideal é escolher um ou dois telejornais. Não passe o dia todo nas redes sociais, pois o turbilhão de informações atrapalha. Tente assistir um filme inteiro sem consultar seu celular. Nossa mente precisa descansar”, pontua o médico psiquiatra do HSM, David Martins.

Como se manter confortável durante a quarentena?

Fonte: https://www.instagram.com/p/B-PKr_1J5tL/

Como se manter confortável durante a quarentena?

Uma das coisas que é mais difícil estando em casa, isolado, por tanto tempo é como se manter confortável durante a quarentena. Porém, é de fundamental importância se manter confortável para que a saúde mental, assim como a imunidade se mantenham bem. Para isso, busque não ficar sempre em um mesmo cômodo da casa, alternando os locais de atividades durante o dia. Busque fazer atividades que não envolvam redes sociais, local onde as diversas notícias podem deixar qualquer pessoa nervosa.

Vestir algo confortável também é essencial!

Ao escolher a roupa para ficar em casa nessa quarentena atente-se ao tecido, s dimensões e a elegância da peça.

De acordo com a infectologista do Hospital VITA Marta Fragoso, a mudança brusca de temperatura afeta todo o organismo, ocasionando uma queda na imunidade e podendo desencadear casos de alergia. “Quando você tem uma temperatura alta, a tendência é que sua pressão seja mais baixa e o seu metabolismo também. Com uma mudança brusca [de temperatura], você acaba sendo exposto a situações de compensação, a processos alérgicos”, explica.

Para manter sua temperatura estável, escolha bem qual roupa vestir. Um moletom em dias frios ou um bom pijama ou babydoll em dias quentes te deixará mais confortável e manterá sua temperatura corporal devidamente bem.

E lembre-se: manter a tranquilidade em casa é o exercício de internalizar que, apesar de estarmos em um momento delicado, é preciso calma. Precisamos ter responsabilidade social, confiar nas autoridades competentes e nos profissionais de saúde. “Exercite estar com sua família e amigos, mesmo que distante. Use a tecnologia e esteja próximo de quem você ama da maneira que for possível. Precisamos esperar fazendo a nossa parte. Exercite a solidariedade, ajudando os mais frágeis e os idosos, que fazem parte do grupo de risco”, orienta a psicóloga Ana Carla Castro, do Núcleo de Estudos em Esquizofrenia do HSM.

 

Fonte:

Secretaria de Saúde do Ceará

Gazeta do Povo