Cada corpo tem uma história. O cuidado com as mamas faz parte dela.

Outubro Rosa

Outubro Rosa – Cartaz do Ministério da Saúde

O câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no Brasil, representando cerca de 25% de todos os casos de câncer que afetam o sexo feminino.  Segundo o INCA, são estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019.  Diante deste cenário, é importante que as informações sobre riscos e possíveis benefícios dos exames de rotina sejam amplamente divulgadas para toda a sociedade.

Como surgiu o Outubro Rosa?

O movimento surgiu em 1990 quando aconteceu a primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova Iorque, onde a Fundação Susan G. Komen for the Cure distribuiu laços cor-de-rosa em referência à luta contra o câncer de mama. A corrida acontece até hoje em Nova Iorque e em outras cidades pelo mundo.

Segundo o site oficial da corrida em Nova Iorque, o evento já arrecadou mais de 80 milhões de dólares em seus 29 anos de existência. Este dinheiro é utilizado para financiar programas locais para ajudar milhares de mulheres e suas famílias e financiar pesquisas nacionais para encontrar as curas.

Desde o surgimento da corrida, diversos países pelo mundo aderiram ao Outubro Rosa como campanha de prevenção e tratamento do câncer de mama.

Durante a cerimônia do Outubro Rosa, Ministério da Saúde e INCA reforçam a mensagem da campanha Outubro Rosa 2019, que, em resumo, destaca os três pilares estratégicos de controle da doença: prevenção primária, diagnóstico precoce e mamografia.

Quais os sintomas do câncer de mama?

O sintoma mais comum de câncer de mama é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor, duro e irregular, mas há tumores que são de consistência branda, globosos e bem definidos. Mas há outros sinais de câncer de mama. São eles:

  • edema cutâneo (na pele), semelhante à casca de laranja;
  • retração cutânea;
  • dor;
  • inversão do mamilo;
  • hiperemia;
  • descamação ou ulceração do mamilo;
  • secreção papilar, especialmente quando é unilateral e espontânea.

A secreção associada ao câncer geralmente é transparente, mas pode ser rosada ou avermelhada devido à presença de glóbulos vermelhos. Podem também surgir linfonodos palpáveis na axila.

Esses sinais e sintomas devem sempre ser investigados, embora possam estar relacionados a doenças benignas da mama.

Outubro Rosa - 2019

Outubro Rosa – Campanha do Ministério da Saúde

A conscientização para que mulheres entre 50 e 60 anos, ou que tenham algum dos sintomas citados acima, façam o exame de mamografia é o foco das campanhas do mês de Outubro. Por tanto, o autoexame, apesar de muito importante para que a mulher se conheça melhor, não é suficiente para um diagnóstico.

Por tanto, nós lembramos ainda que é necessário cuidar também da saúde emocional da mulher que passa ou passou pelo câncer. Isto pois, sequelas físicas do câncer podem afetar a mulher, seja psicologicamente, seja por incômodos ao vestir roupas inapropriadas. É de suma importância que haja conforto em qualquer etapa. Ou seja o conforto gerado por palavras ou o conforto de roupas adequadas para mulheres sobreviventes do câncer de mama.